Angra – 26-08-2016 – Rio de Janeiro (Vivo Rio)

Angra-RJ-agosto-2016-por-Rodrigo Gonçalves-25Texto por Arony Martins – Fotos por Rodrigo Gonçalves e Arony Martins – Edição por André Luiz

Após aportar em terras cariocas no final do ano passado com uma excelente apresentação incluindo seu antigo vocalista Edu Falaschi, o Angra mais uma vez trouxe ao Rio de Janeiro não somente um show, mas uma confraternização. São vinte anos de um de seus mais notórios trabalhos, e claro, a comemoração do aniversário do álbum ‘Holy Land’ não poderia ser feita de outra forma: ao lado dos fãs e os agraciando com muita música e participações especiais ilustres.

Odysseya-RJ-agosto-2016-por-Rodrigo Gonçalves-1

Os trabalhos foram iniciados com um grande clima festeiro, e para a surpresa da grande maioria dos presentes – inclusive desse que vos fala –, a banda Odisseya foi apresentada ao público carioca. O grupo de adolescentes oriundos de Santa Catarina trouxe ao palco do Vivo Rio não somente músicas bem executadas, mas composições próprias para deixar muita banda tradicional com inveja. Formada por Victor Franco (guitarra), Vitor Vieira (baixo), Felipe da Silva (vocal), Vinícius Mira (guitarra) e Henrique Dias (bateria), a banda catarinense mostrou a que veio com belas linhas de guitarra e uma cozinha muito bem azeitada. Destaque também para o vocalista Felipe Silva que demonstrou uma bela afinação e não se demonstrou intimidado em nenhum momento ao longo da apresentação, inclusive na execução do cover “Eagle Fly Free”, da banda germânica Helloween, aparentemente uma das principais influências do grupo.

Angra-RJ-agosto-2016-por-Arony Martins 1 of 3

Fim da primeira e excelente parte da noite. E eis que o apagar das luzes era o prenúncio daquilo que todos os presentes esperavam. As cortinas se abriram e um palco com mais elementos do que normalmente se vê nas apresentações do Angra surgiu diante dos olhos dos apaixonados fãs da banda. Duas baterias, um grande set de teclados, percussão, ali estava a senha para uma viagem ao longo de mais de duas décadas de grandes sucessos.

O longo repertório apresentado pelo grupo se iniciou com a ótima “Newborn Me” do último álbum ‘Secret Garden’, o primeiro com Fabio Lione nos vocais. Empolgante e pesada já de inicio, foi possível reconhecer o quanto os novos elementos trazidos pelo grupo para essa apresentação fariam total diferença aos ouvidos dos presentes. Tanto o percussionista Dedé Reis (notabilizado por trabalhos realizado com músicos como Caetano Veloso, Scorpions, Carlinhos Brown, The Black Eyed Peas Experience e até Ricky Martin) quanto Juninho Carelli (Noturnall) não foram simples coadjuvantes. Suas participações foram de encher os olhos e trago nesse momento um questionamento: por que não dar sequência a essa formação? Na sequência “Wings Of Reality”, canção do álbum ‘Fireworks’ a qual não era executada desde 2010, sendo seguida por “Waiting Silence” do disco ‘Temple of Shadows’.

Angra-RJ-agosto-2016-por-Arony Martins 2 of 3

Enfim chegava o momento mais aguardado pelo público, a execução na íntegra do álbum ‘Holy Land’, o aniversariante da noite. Ricardo Confessori, baterista da formação original do grupo, foi convidado ao palco e uma pergunta foi direcionada aos presentes: “qual o nome da primeira música do disco mesmo?”. A resposta foi vibrante, assim como a apresentação de “Nothing To Say”, principalmente pela presença dos dois bateristas – sim, Ricardo e Bruno Valverde tocaram juntos e se saíram muito bem.

E veio “Silence And Distance” com a presença de Dedé Reis dando margem para algo que muito interessante: uma jam percussiva arrancou gritos e estendeu o tapete vermelho para talvez uma das músicas do álbum mais apreciadas pelos fãs, “Carolina IV”. Êxtase do público, mas faltava uma peça importante nesse belo quadro pintado com belas poesias. Luis Mariutti foi chamado ao palco para a execução de “The Shaman”, “Make Believe” e a poderosa “Z.I.T.O”. Tanto Mariutti quanto Confessori trouxeram uma contribuição inigualável ao Heavy Metal brasileiro e sempre serão figuras lembradas pelos fãs. Espaço para mais canções do último trabalho, e foram apresentadas “Final Light”, “Silent Call” e “Storm Of Emotions” – NOTA DO AUTOR: uma das músicas mais bem elaboradas pelo Angra em toda sua história. O álbum Angels Cry também foi lembrado com “Time”.

Angra-RJ-agosto-2016-por-Arony Martins 3 of 3Algo que tem sido muito recorrente nas apresentações do grupo é o fato de Rafael Bittecourt ter cantado algumas canções. Rafael é cantor, com um timbre bem agradável, o guitarrista foi responsável por liderar os vocais em “Make Believe”, “Deep Blue” e “Lullaby For Lucifer”. Inclusive fica cada vez mais evidente que com a saída, ainda que temporária, de Kiko Loureiro, a banda tem assumido mais a sua cara e personalidade. Uma banda mais leve e que proporcionou algo interessante: a presença de dois músicos negros, Marcelo Barbosa e Dedé, protagonizando um show de Heavy Metal em que o objeto principal da apresentação era um álbum que se propôs a falar um pouco da história brasileira. Parabéns ao Angra pela iniciativa.

Angra-RJ-agosto-2016-por-Rodrigo Gonçalves-4Diferentemente da apresentação em solo paulista, o repertório trouxe ao Vivo Rio a bela regravação “Synchronycity II”, da banda The Police. Já eram mais de duas horas de apresentação e com certeza mais coisas boas ainda estavam por vir, até porque um dos melhores álbuns da banda não havia dado o ar da graça até o dado momento. E com “Rebirth” e a apoteótica “Nova Era” não faltaria mais nada aos ensandecidos fãs presentes, nem mesmo “Carry on” que ficou de fora do set – algo que talvez jamais tenha sido imaginado por ser um dos clássicos do grupo – fez falta. Uma apresentação soberba é como podemos classificar o trabalho realizado pelos músicos. Que venham muito mais aniversários para comemorarmos junto com a banda. Agradecimentos especiais à assessoria de imprensa do Vivo Rio na figura de Eduardo Guimarães pelo tratamento com nossa equipe.

Set List Angra:
Newborn Me
Wings Of Reality
Waiting Silence
Nothing To Say
Silence And Distance
Tribal Jam
Carolina IV
Holy Land
The Shaman
Make Believe
Z.I.T.O.
Deep Blue
Final Light
Time
Storm Of Emotions
Lullaby For Lucifer
Silent Call
Drum Solo
Synchronicity II (The Police cover)
Angels And Demons

Rebirth
Nova Era

Angra-RJ-agosto-2016-por-Rodrigo Gonçalves-33

 

(Visited 22 times, 1 visits today)