Arcade Fire – 08-12-2017 – Rio de Janeiro (Fundição Progresso)

Texto por Gustavo Moraes – Fotos por Tuiki Borges (Midiorama) – Edição por André Luiz

Um show de arena em plena Fundição Progresso. Desta forma podemos definir a apresentação da banda canadense Arcade Fire, a qual marcou presença no Rio de Janeiro três anos após sua última passagem pela cidade. O show havia sido inicialmente marcado para a Jeunesse Arena e muito se disse sobre essa mudança de local: a Jeunesse Arena comporta muito mais público do que a Fundição Progresso, e uma suposta fraca movimentação na venda de ingressos haveria motivado esta mudança. Porém não foi o que vimos, pois, a casa teve lotação certa.

O show de abertura ficou por conta da banda colombiana Bomba Estéreo, apresentando seu último álbum, ‘AYO, lançado em agosto de 2017. Com um ritmo latino e pegada psicodélica, os colombianos, que estiveram recentemente no Rock In Rio para um show com Karol Konka, entregaram um show honesto a uma platéia animada para receber os auto intitulados “Reis do Indie” canadenses. Em certo momento no show de abertura, ao olhar para trás me deparei com o vocalista do Arcade Fire, Win Butler, assistindo ao show no meio da pista junto com os fãs, apesar dos pedidos para não tirar fotografias.

O Arcade Fire é uma banda conhecida por sua entrega no palco, e mais uma vez não decepcionou nesse aspecto. Com um set list passando por todas as fases e álbuns da carreira, focando no último lançamento disponibilizado em julho deste ano, ‘Everything Now, o show transcorreu tranquilamente e com forte participação dos fãs presentes no local. Um telão enorme, usado nos shows de arena, repousava em cima do palco, representando um ring de boxe. A banda subiu ao palco pouco antes das 22h, passando pelo meio do público ao som de músicas que remetiam as entradas de lutadores antes do combate, para delírio da multidão que podiam tocar seus ídolos. Pude ver muitos fãs realizados, em especial 2 meninas que estavam ao meu lado, que vieram de muito longe só pela oportunidade de ver os canadenses e, com certeza, não saíram da Fundição decepcionadas.

Emendando hit depois de hit, com uma ótima produção de luzes e efeitos para o palco, confesso que me surpreendi com o carisma e a capacidade de contagiar o público exibido pela banda. O ponto alto da noite ficou para a música “Neon Bible”, durante a qual a banda pediu para que todos ligassem as lanternas dos celulares, resultando em um efeito espetacular dentro da casa. Destaque também para o globo de danceteria utilizado em “Reflektor”, transformando a Fundição em uma discoteca. O final deu-se com “Wake Up”, encerrando uma energética apresentação a qual levou os fãs ao delírio, esperamos que a banda volte logo com sua turnê, pois o show é mais do que recomendado para os apreciadores de um bom espetáculo. Agradecimentos à Move Concerts e Midiorama.

Set List Arcade Fire:
Everything Now
Rebellion (Lies)
Here Comes the Night Time
Haïti
Peter Pan
No Cars Go
Electric Blue
Put Your Money on Me
Neon Bible
My Body Is a Cage
Neighborhood #1 (Tunnels)
The Suburbs
The Suburbs (Continued)
Ready to Start
Sprawl II (Mountains Beyond Mountains)
It’s Never Over (Oh Orpheus)
Reflektor
Afterlife
We Exist
Creature Comfort
Neighborhood #3 (Power Out)
We Don’t Deserve Love
Everything Now (Continued)
Wake Up

(Visited 61 times, 1 visits today)