Solid Rock – 13-12-2017 – São Paulo (Allianz Parque)

Texto por Alvaro Ramos – Fotos por MROSSI (T4F) – Edição por André Luiz

Para fechar 2017 com chave de ouro, aconteceu no Brasil o festival Solid Rock, o qual trouxe para o país o Deep Purple para mais uma passagem – e possivelmente a última, já que a banda diz ser sua turnê despedida, apesar de o vocalista Ian Gillan ter declarado recentemente que a banda está em boa forma e pode voltar novamente para a América do Sul durante a turnê final –, além das bandas inéditas em solo brasileiro, Cheap Trick e Tesla. Inicialmente, o festival traria a lendária banda Lynyrd Skynyrd, que apesar de já ter vindo para o Brasil, nunca se apresentou na cidade de São Paulo. Mas por motivos pessoais do vocalista Johnny van Zant, a banda foi substituída pelos norte-americanos do Cheap Trick. Além de São Paulo, o festival também passou por Curitiba e Rio de Janeiro. Em São Paulo, o local escolhido foi o Allianz Parque, o qual recentemente recebeu também o SP Trip, festival com formato parecido.

A primeira banda a se apresentar foi o Tesla, a qual devido ao horário – o sol ainda nem havia se posto – se apresentou para um pequeno público, mas a empolgação da banda foi enorme, e apesar de um show curto, demonstraram carisma e qualidade, trazendo ao público paulista algumas das músicas de maior sucesso da trajetória da banda, como “Modern Day Cowboy”, escolhida para fechar o set list.

Set List Tesla:
Edison’s Machine
The Way It Is
Hang Tough
Heaven’s Trail (No Way Out)
Signs
Love Song
Little Suzie
Modern Day Cowboy

Já de noite e com um número um pouco maior de fãs, chegou a vez do Cheap Trick estrear em solo paulista, e apesar de muitos fãs terem se frustrado pela ausência do Lynyrd Skynyrd – haviam, inclusive, muitos com a camisa do Lynyrd –, o Cheap Trick conseguiu conquistar boa parte do público com seu hard rock setentista. Faixas como “I Want You To Want Me”, “The Flame” e “Dream Police” agradaram, e uma parte razoável cantava com a banda. Além do vocalista Robin Zander, que demonstrou uma presença de palco e performance impecáveis, o lendário guitarrista Rick Nielsen foi um dos grandes destaques do show, pois além de extremamente carismático e engraçado, fez jus ao título de um dos grandes nomes da guitarra no hard rock. Com “Goodnight Now”, o Cheap Trick encerrou sua primeira passagem pela capital paulista e a banda agradeceu o público pela oportunidade, deixando o palco após os clássicos agradecimentos e distribuição de palhetas/baquetas.

Set List Cheap Trick:
Hello There
Big Eyes
California Man
You Got It Going On
Ain’t That A Shame
If You Want My Love
She’s Tight
When I Wake Up Tomorrow
Long Time Coming
Baby Loves to Rock
In The Street
Stop This Game
Bass Solo
I’m Waiting for the Man
The Flame
I Want You to Want Me
Dream Police
Run Rudolph Run
Surrender
Goodnight Now

Mais um intervalo, e por volta das 22h, a atração mais esperada pelos fãs estava prestes a ter início. As luzes do Allianz Parque se apagaram, e os ingleses do Deep Purple iniciaram o set list da noite com nada menos do que “Highway Star”, um dos maiores clássicos da banda, levando os fãs à loucura, e fazendo-os esquecer da “decepção” que era vista anteriormente pela ausência do Lynyrd Skynyrd. O Allianz não havia atingido nem de longe sua lotação quando o show do Deep Purple teve início – nas passagens dos últimos anos, a banda sempre se apresentou em locais fechados e menores, como Espaço das Américas e o saudoso Via Funchal –, mas o público presente se empolgou junto com a banda, fazendo um começo espetacular para o show.

Logo no início, já deu para perceber que o vocalista Ian Gillan estava em boa forma física e vocal, e durante a sequência, não foi diferente; tanto Gillan como os outros membros entregaram tudo de si e fizeram uma ótima apresentação. Trazendo apenas a faixa “Birds Of Prey” do novo álbum (‘Infinite’) no repertório, o set list foi composto basicamente por faixas antigas e clássicos da banda. Apesar de curto, foi um set que agradou o público, já que a banda há algum tempo não vem fazendo shows muito longos. Depois de “Pictures Of Home”, “Bloodsucker” e “Strange Kind Of Woman”, Gillan fez uma interrupção para dedicar a música seguinte à Jon Lord, ex-tecladista da banda falecido em 2012. Depois “Lazy”, “Birds Of Prey” e “Knocking At Your Back Door” vieram em seguida, para na sequência Don Airey iniciar um belo e longo solo de teclado, introdução para “Perfect Strangers”, a primeira de uma trinca arrebatadora, que continuou com “Space Truckin’” e a clássica das clássicas, “Smoke On The Water”, que não é só a faixa mais conhecida do Deep Purple, mas também um dos maiores hinos do rock. Levando o público abaixo, a banda encerrou a primeira parte do show com chave de ouro.

Após deixar o palco e um breve intervalo, Ian Gillan, Steve Morse, Roger Glover, Don Airey e Ian Paice retornaram ao palco com “Hush” e “Black Night”, encerrando de fato a noite e mais uma gloriosa passagem da banda por São Paulo. Com um show relativamente curto, mas tecnicamente ótimo, e mantendo a qualidade durante todo o tempo, o Deep Purple mostrou mais uma vez o motive de ser considerada uma das mais importantes bandas de rock em atividade. Agora, para os fãs brasileiros, resta aguardar se a “The Long Goodbye Tour” passará mais uma vez pela América do Sul e nos trará mais uma oportunidade de conferir de perto essa banda histórica. Serão sempre muito bem-vindos! Agradecimentos à T4F.

Set List Deep Purple
Highway Star
Pictures of Home
Bloodsucker
Strange Kind of Woman
Uncommon Man
Lazy
Birds Of Prey
Knocking At Your Back Door
Keyboard Solo
Perfect Strangers
Space Truckin’
Smoke On The Water

Hush
Black Night

(Visited 64 times, 2 visits today)