Anathema – 02-02-2019 – São Paulo (Carioca Club)

Texto por André Luiz – Fotos por Bárbara Martins – Edição por André Luiz

Um dos principais nomes da música britânica e integrante da tríade do doom metal inglês, o Anathema retornou à América Latina quase dois anos após sua última passagem pelo continente. Em São Paulo, o show da histórica turnê “Acoustic Resonance” – a qual celebra os 20 anos do clássico álbum ‘Alternative 4’ – aconteceu no Carioca Club, no início da noite de sábado, 02. Em formato acústico, protagonizada pelos irmãos Vincent e Daniel Cavanagh, os shows da tour contaram com a ilustre participação de Duncan Patterson, baixista/tecladista do Anathema de 1991 a 1998 e um dos principais compositores da história da banda.

Um bom público esteve presente no Carioca Club – o qual não esteve lotado – e alegrou-se com a pontualidade britânica para o início do show: exatamente às 19h, Daniel Cavanagh surgiu no palco e empunhando seu violão, performou solitariamente a canção “Springfield” do ‘The Optimist’ (2017) sob os olhares compenetrados do público. Após um “boa noite São Paulo” em bom português de Daniel, Vincent surgiu no palco e ao lado do irmão executaram “Untouchable, Part 1” e “Untouchable, Part 2”, faixas do ‘Weather Systems’ de 2012.

Vincent anunciou a faixa do oitavo álbum de estúdio dos ingleses – ‘We’re Here Because We’re Here’ de 2010 –, “Thin Air”, com destaque para Daniel ajoelhando-se e observando o público o qual acompanhava a canção na base das palmas, encerrando a música com um “thank you very much” aos presentes. Vincent evocou o espírito do disco ‘Judgement’ (1999) com “One Last Goodbye”, e novos agradecimentos de Daniel ao final devido a participação marcante dos presentes. Esta foi a toada da apresentação dos irmãos Cavanagh no Carioca Club: um desfile de canções recebida pelo público como se fosse um presente pessoal, um comovente momento intimista entre ídolos-fãs.

Honrando o conceito da tour, Duncan Patterson surgiu no palco aos aplausos efusivos dos presentes, e ao lado dos irmãos executou cinco faixas do celebrado ‘Alternative 4’ (1998): “Fragile Dreams”, “Shrould Of False”, “Lost Control” – entoada pelo público presente –, “Destiny” e finalizando a citada passagem com Daniel nos teclados – após pedir aumento no retorno à mesa de som – iniciando “Inner Silence” sendo acompanhado pelo público na base das palmas.

Marcante na fase de Duncan junto a banda de Liverpool, ‘Eternity’ (1996) fez-se presente com as três partes da faixa que dá nome ao álbum, um momento icônico da noite o qual agradou em cheio aos fãs mais fervorosos dos ingleses, encerrando a primeira parte da apresentação com mais duas do disco de 1996, “Angelica” – com Daniel virando o microfone na direção da pista para o público pedir a faixa seguinte, antes do músico anunciar a citada faixa – e a versão de “Hope” do Roy Harper.

Após curta passagem pelo backstage, Daniel retornou sozinho e executou “Are You There?”  do ‘A Natural Disaster’ de 2003 ao lado do público. Daniel perguntou se os presentes estavam bem enquanto Vincent surgiu no palco com seu violão para execução de outra faixa do disco de 2003, o hino “Flying”, cantado em uníssono pelo público com Daniel regendo o coral de “oh oh oh oh” ao final. “Vocês gostam de Beatles?”, questionou Vincent antes do “duo” iniciar “Eleanor Rigby” do mítico quarteto de Liverpool. Patterson retornou ao palco, o vocal perguntou em português “tudo bem São Paulo?” e após agradecimentos ao público, iniciou a faixa derradeira da noite, uma versão para o clássico “Comfortably Numb” do Pink Floyd cantada por todos presentes, encerrando show exatamente às 20h37m.

Foram quase 100 minutos de espetáculo (exatas 1h37m), muitas músicas sejam de seu repertório próprio ou covers executados em outros shows da tour ficaram de fora do set list em São Paulo – de “High Hopes” e “Money” do Pink Floyd a “Ariel”, “Street Spirit (Fade Out)” do Radiohead, a belíssima “Temporary Peace”, “Deep”… –, mas a essência motivacional da tour esteve presente: a celebração intimista dos britânicos ao lado de seus fãs para os 20 anos de lançamento de um de seus principais trabalhos de estúdio. A noite de sábado, 02 de fevereiro, encheu de alegria os fãs saudosistas – os quais não são poucos em São Paulo – dos irmãos Cavanagh, o sentimento de “podia ter mais alguma coisa” era visível, mas não superava a admiração pelos quase cem minutos de deleite que os mesmos tiveram no Carioca Club. Agradecimentos à Overload e The Ultimate Music.

Set List Anathema:
Springfield
Untouchable, Part 1
Untouchable, Part 2
Thin Air
One Last Goodbye
Fragile Dreams
Shroud Of False
Lost Control
Destiny
Inner Silence
Eternity Part I
Eternity Part II
Eternity Part III
Angelica
Hope (Roy Harper cover)

Are You There?
Flying
Eleanor Rigby (The Beatles cover)
Comfortably Numb (Pink Floyd cover)

(Visited 80 times, 1 visits today)