INCANTATION, TORTURE SQUAD, FUNERATUS E ANCESTRAL MALEDICTION NO FOFINHO´S ROCK CLUB EM SÃO PAULO (22/11/03)
POR RAFAEL SAMPAIO - FOTOS: EVENFIEL (SKY HELL) E DIVULGAÇÃO
Após 2 anos, esta conceituada banda de Death/Black Extremo volta ao Brasil para a satisfação de seu público, na Tour de seu mais recente álbum, Blasphemy. Essa tour, promovida pela Tumba Records, pôde com certeza matar a sede dos mais fervorosos fãs da banda aqui no Brasil (que não são poucos).

Apesar de algumas oscilações do som, no geral correu tudo bem, com menção a boa organização do esquema de entrada. A duração do período de preparação e apresentação das bandas era em torno de 40 a 50 minutos no total, tempo um pouco escasso, mas suficiente para as bandas de abertura mostrarem sua fúria no palco, fazendo por merecer seus méritos de estarem tocando com uma grande banda como o Incantation. Tudo começou por volta das 21:00h com a banda paulistana Ancestral Malediction, já bastante conhecida na cena, com a tour de divulgação de seu primeiro álbum Demoniac Holocaust. O show dos caras foi agressivo e direto, sem muitos intervalos, era uma “paulada” atrás da outra, com destaque para Eduardo Claro (B/V), pela boa presença de palco, agitando bastante e sempre em contato com o público. Logo a seguir, sobem ao palco os caras do Funeratus para dar continuidade à pancadaria, que aliás, diga-se de passagem, fizeram outra grande apresentação, promovendo a tour de seu trabalho Storm of Vengeance. Não podia ser diferente, um show para deixar mais satisfeito ainda o publico Death Metal, com o som um pouco melhor que o Ancestral. Nesse show foi mais fácil perceber a participação do público, pois a pista estava um pouco mais cheia, então a resposta foi mais imediata. Uma banda paulista que honra seus 10

anos de estrada a favor da música Extrema. Já bem no começo da madrugada, é a vez do Torture Squad elevar o nível da pancadaria e tornar aquilo tudo um Pandemoniun. Mais um show de divulgação do mais recente e bem sucedido trabalho dessa consagrada banda de Death/Thrash, o Pandemoniun, que inclusive há algum tempo esgotou na Galeria do Rock, sendo encomendada novas cópias. Com um número bastante considerável de bangers no momento, a pista foi um total caos!!! Eles abriram com 2 sons novos Horror and Torture e Towers on Fire, já deixando o público enfurecido e com cada vez mais sede de METAL. Logo em seguida, mandaram os petardos Convulsion e The Unholy Spell de seus dois álbuns anteriores; relembraram os velhos tempos com um som da primeira demo a Soul in Hell; e como não podia faltar, a faixa título do último álbum que dizia tudo o que estava acontecendo na pista: Pandemoniun. Por fim, fecharam com mais uma do Asylum of Shadows, Murder of a God. A galera pediu mais sons, ou seja, ninguém tava cansado. Destaque para o frontman Vitor (Vitinho) com suas faces demoníacas e também sua performance de palco, assim como a dos outros integrantes, que mostraram o porquê da insanidade de seu público nos shows.

Ocorreu uma pequena falha no som, o que deixou o vocal de Vitor e a guitarra de Maurício Nogueira baixos até certa parte do show, mas fora isso correu tudo bem.

SET LIST:
Horror and Torture
Towers on Fire
Convulsion
The Unholy Spell
A Soul in Hell
Pandemoniun
Murder of a God

SITE OFICIAL TORTURE SQUAD


E por fim, já madrugada a dentro, todos estavam cada vez mais adrenalizados em vista das bandas que lá haviam tocado, porém não totalmente satisfeitos, pois esperavam anciosamente pela banda mais blasfêmica da noite. O Incantation sobe ao palco saudando ao Brasil, e sem mais rodeios, abrem o show quebrando tudo com The Forsaken Mourning of Angelic Anguish, faixa título de seu 4º álbum. Logo em seguida mandaram The Fallen, do mais recente trabalho da banda Blasphemy, que com certeza não deixou nada a desejar para fãs de grandes trabalhos anteriores da banda como Diabolical Conquest (1997) e The Infernal Storm (2000). Foi pancadaria do começo ao fim, ainda mais porque o som estava realmente muito bom, e acho que isso ajudou mais ainda a levar os bangers à loucura. E assim seguiu-se o show, os caras mandaram mais duas pauladas do novo álbum: Rooting With Your Christ e a faixa título Blasphemy, que aliás, foi um dos destaques da noite, assim como Shadows from the Ancient Empire e relembrando o começo da banda, Profanation, da primeira demo da banda. Mais uma vez está provado diante dos olhos de muitos o porquê do Incantation ser uma das bandas mais respeitadas da cena

extrema mundial, fazendo valer seus 13 anos de estrada. Parabéns a Tumba e Moria Records pela organização do show; ao pessoal de todas as bandas brasileiras por mostrarem seus trabalhos fortalecendo assim a cena underground nacional; e ao Incantation, que por sinal, são gente boa e ajudaram na oportunidade de vermos novamente a banda. Espero que tenhamos novas possibilidades como essa logo mais.

SET LIST:
Forsaken Mourning of Angelic Anguish
The Fallen
Immortal Cessation
Emaciated Holy Fire
Once Holy Throne
Shadows From an Ancient Empire
Ethereal Misery
Christening the Afterbirth
Annoint the Chosen
Rotting with Your Christ
Nocturnal
Ibex Moon
Diabolical Conquest
Unheavenly Skies
United in Repugnance
Blasphemy
Deliverance of Horrific Prophecies
Profanation

SITE OFICIAL INCANTATION